fbpx
  • Podcast Mudança de Hábitos

    #4 – Como trabalhar com nossas expectativas para não nos frustrarmos?

    #4 – Como trabalhar com nossas expectativas para não nos frustrarmos?

     
     
    00:00 / 9:40min
     
    1X
     

    Por que ficamos bravos, frustrados ou decepcionados com nós mesmos e com outras pessoas em nossas vidas?

    Seja honesto – isso acontece com todos nós, certo? Outras pessoas podem parecer rudes, frustrantes, não confiáveis, insensatas, ofensivas.

    E embora não haja desculpa para comportamentos prejudiciais, na maioria das vezes, o verdadeiro problema não está na outra pessoa… está nas nossas expectativas em relação a elas.

    As expectativas que temos sobre os outros geralmente geram nossas próprias frustrações.

    Então, como podemos trabalhar com essas expectativas para estarmos mais em paz, menos reativos e mais compassivos com os outros?

    Vamos dar uma olhada.

    Aqui estão algumas maneiras de praticar e trabalhar com suas expectativas em relação as outras pessoas:

    1. Reconheça a dor: observe a dor da frustração, raiva, mágoa, irritação que você está sentindo. Você não precisa se envolver em uma narrativa a respeito delas – apenas sinta a dor. Não se trata de insistir na dor, mas reconhecê-la, prestando um pouco de atenção nela.
    2. Primeiro seja amoroso consigo mesmo: depois você poderá ser com os outros. É sobre praticar a amorosidade por si mesmo primeiro, antes que você possa se voltar para os outros com amorosidade. A prática é gerar um sentimento de amorosidade em seu coração (não apenas em pensamentos)… como se você sentisse amorosidade por um ente querido que está estressado ou magoado. Esse sentimento ajuda você a lidar com a dor que sente por expectativas não atendidas.
    3. Veja de forma ampla: depois de ser compassivo consigo mesmo, abra sua mente além da pequena bolha de sua preocupação. Vivemos nessa bolha a maior parte do tempo – nos preocupando apenas conosco, querendo o que queremos, não querendo o que não queremos. Isso é natural e não é uma coisa ruim. Mas há um mundo maior além dessa bolha de preocupação pessoal. É um mundo mais amplo, onde você pode ver as preocupações dos outros, ver a dor e os padrões inúteis, ver a bondade dos outros, ter uma perspectiva maior. A prática é abrir sua mente para essa perspectiva mais ampla e ver a bondade da outra pessoa.
    4. Estoure a bolha das expectativas: Assim como você supera a bolha de preocupação, você também pode superar a bolha das suas expectativas. Pense nas expectativas que você tem dos outros como uma bolha imaginária que você criou – e solte a bolha! Sem a bolha, você está livre das expectativas. Como é isso? Como é a outra pessoa, sem suas expectativas em relação a ela?
    5. Pratique ser amoroso e bondoso: vendo seu comportamento não ideal, você pode ver que a outra pessoa provavelmente está agindo de um local de dor, medo ou incerteza? Eles provavelmente estão reagindo de maneira habitual a esse medo e dor. E sim, é rude, doloroso, inútil. Mas é inútil e prejudicial para eles também, e eles têm que viver a vida inteira assim. Veja se você pode ser amoroso por este ser humano à sua frente, que está com dor e medo, e preso nesse padrão inútil. Sem se sentir superior a eles, ou julgá-los. Apenas por pura bondade por um ser humano, desejando-lhes o fim de sua dor e sofrimento. Esta é uma prática poderosa. Nota: Você pode e ainda deve se proteger, se estiver sendo prejudicial – mas, ao fazer isso, ainda pode ser amoroso e bondoso.
    6. Não leve nada para o lado pessoal: não devemos levar nada para o lado pessoal, sei que é difícil as vezes, mas a forma como a outra pessoa vê o mundo diz mais sobre elas do que sobre você, pois é uma projeção interna da mente delas.. Isso nos ajuda a ver suas dificuldades e a sentir bondade por elas, sem nos machucar, sem ficar preso no inferno pessoal de odiá-las por isso.

    E, assim, trabalhando com nossas expectativas … podemos ver a dor que elas nos causam e nos dar alguma compaixão.

    Podemos nos libertar da bolha de nossas expectativas e preocupações, para ver a bondade da outra pessoa, a dor e os padrões da outra pessoa, e dar-lhes compaixão. E, finalmente, não leve as coisas para o lado pessoal, libertando-nos de um inferno pessoal.

    Esta é uma prática, e vale a pena.


    GRUPO TELEGRAM
    Quer receber dicas, novos podcasts e citações diárias? Entre no grupo do Telegram clicando no link:
    https://t.me/mudancadehabitos


  • Podcast Mudança de Hábitos

    #3 – Os hábitos chaves para você ter um dia a dia organizado

    #3 – Os hábitos chaves para você ter um dia a dia organizado

     
     
    00:00 / 9:34min
     
    1X
     

    Um sistema organizacional confiável que você realmente usa regularmente pode transformar seu dia de caos em foco, eficácia e calma.

    Isso é algo que aprendi errando repetidas vezes, na verdade: quando me solto dos meus hábitos de organização, meu dia fica pior. Fica estressante e louco, e não consigo me concentrar em nada. Tudo está na minha cabeça o tempo todo, e estou sempre preocupada com a falta de algo, com o fato de estar fazendo outra coisa.

    Mas quando eu aplico meu sistema de organização e os hábitos estão no caminho certo, as coisas são tranqüilas, me sinto bem com o que estou fazendo e tenho muito mais condições de deixar todo o resto funcionar e me concentrar no que está à minha frente, confiante de que todo o resto está em seu devido lugar.

    Mostrarei meu sistema em um minuto, mas primeiro vamos falar sobre o que um bom sistema organizacional faz e como ele funciona.

    Por que formar hábitos de organização

    Por várias razões importantes:

    1. Estresse: Um excesso de estresse afeta negativamente sua saúde. Se você tem bons hábitos para lidar com todas as coisas da sua vida, terá menos estresse. Você se sente menos preocupado com o fato de as coisas estarem escapando pelas fendas. Você sente confiança em estar bem trabalhando no que está à sua frente.
    2. Eficácia: se você conseguir externalizar todas as coisas com as quais se preocupa em um sistema confiável, poderá se concentrar melhor na tarefa à sua frente. Você pode executar uma única tarefa e ser mais eficaz em cada uma delas, porque está recebendo todo o seu foco.
    3. Relacionamentos: Eu descobri que os relacionamentos são a coisa mais importante da minha vida, pessoal, mas também profissional. E a melhor maneira de construir relacionamentos é ser confiável. E a melhor maneira de ser confiável é manter seus compromissos. Se você é organizado, é mais provável que mantenha seus compromissos. A organização trata principalmente de gerenciar seus compromissos.

    Construindo um sistema confiável

    Então, como é um sistema confiável? Honestamente, existem um milhão de ferramentas e combinações de ferramentas que você pode usar, mas há algumas coisas que são importantes na criação de um sistema confiável:

    • Você encontra um lugar para tudo – senhas, compromissos, tarefas repetidas, informações e solicitações recebidas, outras informações que você precisa armazenar, documentos, recibos.
    • Você realmente usa o sistema e coloca as coisas onde elas pertencem, o mais rápido possível.
    • Você reconhece quando as coisas estão na sua caixa de entrada ou abre as guias do navegador ou a área de trabalho do computador e encontra um lugar para elas.

    Com isso dito, aqui está o meu sistema atual (ele muda com o tempo) … apenas observe que você não precisa usar o meu sistema, e existem muitas ferramentas excelentes para cada tipo de item:

    1. Entrada: a maioria das minhas solicitações, tarefas, informações e compromissos recebidos são recebidas pelo Gmail. Às vezes através de outros canais, mas 90% do tempo através do Gmail. Ao verificar o Gmail, tento extrair cada item do Gmail e colocá-lo onde ele pertence – em uma das ferramentas abaixo.
    2. Todos: Ultimamente tenho usado o google drive e lá dentro uma planilha com todas as coisas importantes que eu uso. Criei várias abas: metas, hábitos e princípios, conteúdos que eu tenho que publicar, atividades do dia. Todas as manhãs eu reviso esse arquivo que chamo de Clareza Total, por 20 minutos.
    3. Anotações: utilizo o app Notas do Iphone para anotar ideias importantes do dia. Ele é simples. Não importa qual app, site ou programa você usará, o importante é criar o hábito de usá-lo.
    4. Itens cronometrados ou repetidos: Google Agenda. Sempre que preciso fazer algo regularmente, crio um compromisso recorrente.
    5. Recibos, documentos financeiros, rascunhos, tickets: configurei pastas no Dropbox para essas coisas – arquivos que não cabem nos outros lugares.
    6. Coisas para ler mais tarde: se eu tiver uma guia aberta para ler mais tarde, coloco-a no Instapaper e abro o Instapaper quando tiver tempo para ler.

    Isso é praticamente tudo. O importante é que tudo tenha um lugar, e eu saiba exatamente onde é esse lugar.

    Construindo hábitos de organização

    Obviamente, ele não será um sistema confiável, a menos que você o utilize de verdade. Muitas vezes esquecemos de usar nosso sistema porque temos hábitos antigos que não morrem facilmente.

    Felizmente, podemos substituir os velhos hábitos por melhores, através da paciência e da prática. Demora cerca de uma semana de esforço muito consciente para fazer isso, e depois disso fica cada vez mais automático.

    Aqui estão os hábitos:

    1. Crie um lugar para tudo. Eu mostro como você pode fazer isso no post completo desse podcast que está no site otaleonardo.com.br, mas encontre as ferramentas que funcionam para você. O hábito, no entanto, é perceber quando algo está na sua caixa de entrada ou em uma guia do navegador aberta ou em outro lugar. Depois encontre um lugar para isso – às vezes isso significa designar conscientemente um novo local apenas para esse tipo de coisa.
    2. Não procrastine – guarde-o imediatamente: o velho hábito é adiar (procrastinar) para ser guardado mais tarde. Não. Essa procrastinação é o que faz o sistema a desmoronar. Durante uma semana, faça um esforço muito consciente para não adiar as coisas, mas, em vez disso, leve alguns segundos para colocar informações, tarefas, compromissos e outras coisas exatamente onde elas pertencem, agora. Não demora muito, mas você deve estar muito consciente disso a princípio.
    3. Não viva na caixa de entrada: temos a tendência de manter a caixa de entrada aberta ou de abri-la com frequência. Isso significa que você está constantemente respondendo, em vez de se concentrar. Em vez disso, abra a caixa de entrada e, um por um, coloque os itens recebidos onde eles pertencem e arquive-os na sua caixa de entrada. Você pode não chegar ao final da lista, mas evita ter que procurar constantemente as mesmas coisas na sua caixa de entrada.
    4. Revise o sistema todas as manhãs: crie o hábito de revisar sua lista de tarefas e calendário todas as manhãs por 20 minutos (defina um cronômetro), para que você saiba que as coisas estão no lugar delas. Coloque itens de calendário na lista Hoje. Saiba onde está tudo. Então saia e comece a fazer.

    Com esses quatro hábitos e um sistema confiável, agora você pode relaxar e se concentrar.


    GRUPO TELEGRAM
    Quer receber dicas, novos podcasts e citações diárias? Entre no grupo do Telegram clicando no link:
    https://t.me/mudancadehabitos


  • Podcast Mudança de Hábitos

    #2 – O Obstáculo é o caminho

    #2 – O Obstáculo é o caminho

     
     
    00:00 / 8:23min
     
    1X
     

    Muitas vezes, desanimamos por causa de algum desafio difícil ou obstáculo em nossa vida. Mas uma mudança de mentalidade de um provérbio zen pode mudar tudo: “O obstáculo é o caminho”.

    O obstáculo não é algo que está no nosso caminho. É o próprio caminho.

    Isso pode parecer estranho, então vamos ver alguns exemplos:

    • Você está lutando com a procrastinação. A procrastinação é o sintoma, mas também ilumina o caminho que você deve seguir: teme algo sobre o que vai fazer, uma atividade física por exemplo, evita o desconforto de começar, tem medo de não conseguir ou o que acontecerá quando começar. Portanto, trabalhe com esse medo, o desconforto e o medo. Você será mais forte por ter feito isso. Aprender e enfrentar e lidar com essas emoções te fará mais forte nas próximas experiências que você tiver.
    • Você é tímido e não consegue se relacionar. Isso pode ser visto como um obstáculo para a felicidade social, ou como um caminho para se trabalhar. Muitas pessoas evitam esse obstáculo da timidez e, em vez disso, ficam em casa e não socializam. Em vez disso, vá em direção a essa timidez, explore-a, descubra do que você tem medo, trabalhe com esse medo. Você ficará melhor em lidar com o medo, até mesmo soltá-lo, e ele não ficará mais no seu caminho.
    • Você está estressado e sobrecarregado no trabalho. Você pode reclamar sobre esse problema (e ele continuará pelo resto da sua vida) ou mergulhar nele, deixá-lo levar à auto-exploração e lidar com a fonte desse estresse e dessa sobrecarga. Você aprenderá que tem expectativas e ideais irrealistas, aprenderá a abandoná-los e o estresse desaparecerá. Agora você terá uma ferramenta para lidar com o estresse pelo resto da vida.
    • As pessoas o criticam por fazer coisas diferentes e não entendem o que você está fazendo. Você pode ficar bravo com eles, ir contra a injustiça do mundo ou evitá-los. Ou, em vez disso, você pode abraçar essa preocupação, agradecê-los por se importarem com você e envolvê-los em uma conversa sobre o que você está passando, por que decidiu fazê-lo e como poderia ter o apoio deles. Eles podem não entender completamente, mas também podem entender você melhor, o que é ótimo. E agora você será melhor em lidar com isso.
    • Você está com ciúmes, raiva, fraqueza ou impaciência. Você pode lidar com qualquer um desses problemas, se estiver disposto a abordá-los, e não terá problema em experimentar esses desconfortos. Lidar com tudo isso te tornará mais forte, mais capaz. Fugir deles só fará os problemas aumentarem.

    Os exemplos que dei podem durar para sempre, mas o princípio em como lidar com eles fica claro: quando houver um obstáculo, não o contorne. Não fuja disso. Entre nisso. Trabalhe com isso. Explore. Aprenda como lidar com isso e terá uma habilidade para a vida toda.

    E mais: você não será mais limitado por obstáculos em seu caminho. Pelo contrário, irá fluir e caminhar com eles.


    GRUPO TELEGRAM
    Quer receber dicas, novos podcasts e citações diárias? Entre no grupo do Telegram clicando no link:
    https://t.me/mudancadehabitos