fbpx
  • Podcast Mudança de Hábitos

    #10 – O que aprendi sobre hábitos assistindo Jovens Titãs com meu filho?

    #10 – O que aprendi sobre hábitos assistindo Jovens Titãs com meu filho?

     
     
    00:00 / 07:58min
     
    1X
     

    Você é o ator da sua própria vida ou apenas um fantoche dos seus hábitos negativos? Aprenda se libertar!

    Eu estava meditando de manhã enquanto meu filho assistia um desenho chamado, Jovens Titãs. Após terminar minha meditação, comecei a prestar atenção no que os personagens estavam falando.

    Era um episódio onde o Robin, do Batman & Robin, era o líder dos Jovens Titãs um grupo de Super Heróis. O que me chamou a atenção foi ele montar fantoches dos próprios amigos e começar a manipulá-los, controlá-los como desejava.

    Onde quero chegar com isso?

    Podemos estar nesses dois papéis, no de controlar a nossa própria vida e os nossos hábitos ou no papel de sermos controlados por eles.

    A pergunta que desejo te fazer é: em qual papel você está agora? Você domina ou é dominado pelos seus hábitos? Reflita por um instante.

    O que significa “ter o controle da própria vida”?

    Quando digo isso, não estou falando sobre controlar os fatores externos, os problemas, as pessoas, os ambientes, mas sim de tomar o controle do seu mundo interno, sua mente, emoções, hábitos, crenças, motivações. É disso que estou falando.

    Separei 5 passos para você não ser mais arrastado pelos seus hábitos negativos e para começar a tomar de volta o controle da sua vida.

    • Rotina: Digo isso, pois funciona muito bem para mim, mas pode ser que não funcione para você. Para saber, você deve testar. Vou falar da minha experiência e nela, percebo que, sempre quando mantenho uma rotina saudável, com hábitos claros, tarefas organizadas e prioridades definidas, tudo flui e os maus hábitos não me alcançam. Quer ver uma prova, basta acompanhar meus Stories pelo Instagram @otaleonardo. A rotina liberta
    • Seja você mesmo: não se prenda aos padrões sociais, liberte-se e seja quem você realmente é. Se posicionar e ser integro com você mesmo te afastará de pessoas que não estão em sintonia, mas também vai atrair quem gosta do seu jeito de ser. Você poderá dizer e expressar o que quiser, mas sempre com respeito e gentileza. As vezes deixamos de ser quem somos apenas para nos encaixar em algum local. Isso te prende a padrões e tira seu brilho, beleza e energia. O mundo precisa de pessoas autênticas, que tem coragem de ser quem são. A coragem liberta.
    • Aprenda a dizer não: não se deixar levar pelos convites que chegam de todos os lados, amigos, familiares, colegas de trabalho. Primeiro cumpra suas metas e hábitos positivos para chegar onde você deseja e para ter a vida que você quer. Isso vai te levar para outro patamar, pois você terá como prioridade o que realmente acredita e não as inúmeras distrações que surgem durante o dia. Se as pessoas ignoram o seu não, paciência, faça assim mesmo, pois só você sabe onde quer chegar e o que é necessário fazer para que isso aconteça. Dizer não liberta.
    • Você em primeiro lugar, mas sem egoísmo: ame-se e cuide-se, pois se você não consegue fazer nem consigo, quem dirá com os outros. Comece por você, mas não de uma forma egoísta. O objetivo é conseguir transbordar amor para os outros, trazendo significado para sua vida. Praticando, você poderá livrar-se dos maus hábitos. Tudo isso te deixará mais forte perante suas fraquezas e vulnerabilidades. Amar-se e cuidar-se primeiro liberta.
      • Recomendo o livro chamado Autocompaixão, pare de se torturar e deixe a insegurança para trás, da Kristin Nuff.
    • Mude sua percepção sobre os problemas: apenas reclamar dos obstáculos não vai ajudar a resolvê-los. Ao contrário, se você conseguir ver todas as experiências da vida como aprendizado, a jornada será muito mais interessante e satisfatória. Isso te libertará da visão pessimista e negativa. Não quero dizer que os problemas irão parar de existir, mas sim que você vai mudar sua percepção sobre eles. Mudar nossa percepção liberta.

    O que expus aqui foram alguns passos iniciais para você refletir, certo? Se eu contribuir para que você olhe essas questões, meu papel já foi feito e estarei muito feliz, agora se você colocar em prática e tiver resultados, missão cumprida. Minha parte eu já fiz, agora você precisa fazer a sua para ter resultados palpáveis, ou seja, praticar para tomar o controle da sua própria vida.

    Vou te ensinar em 3 passos como colocar tudo isso em prática:

    1. Anote cada um dos passos 5 passos em uma folha de papel ou no seu smartphone.
    2. Pegue cada passo e de exemplos práticos da seguinte forma. Escolha um passo: Aprenda a dizer não: e questione-se:
      • “Sei dizer não?
      • Qual a última vez que disse não?
      • Sou uma pessoa que é arrastada pelos convites que me fazem?
      • Tenho a vida que desejo?”
      • Escreva as respostas.
    3. Depois faça isso com cada um dos outros passos. Isso vai te ajudar a fixar e implementar este conteúdo.

    Vamos começar a praticar?

    Se você tiver qualquer dúvida sobre esse podcast, me envie um direct pelo Instagram @otaleonardo que te respondo em áudio.


    GRUPO TELEGRAM
    Quer receber dicas, novos podcasts e citações diárias? Entre no grupo do Telegram clicando no link:
    https://t.me/mudancadehabitos


  • Podcast Mudança de Hábitos

    #9 – O passo a passo definitivo para você começar a transformar seus hábitos: do básico a prática diária

    #9 – O passo a passo definitivo para você começar a transformar seus hábitos: do básico a prática diária

     
     
    00:00 / 11:15min
     
    1X
     

    Antes de começar a mudar seus hábitos, você precisa se acostumar com alguns passos anteriores aos próprios hábitos. Se você começar de qualquer jeito, irá fracassar. Eu já tentei iniciar um novo hábito sem esses passos e não deu certo. Quero te ajudar a não cometer os mesmos erros que eu.

    Quando vamos começar algo novo, precisamos saber por onde iniciar, então vou te contar como eu comecei.

    Sempre mexi com planilhas, independente de qual área estava trabalhando ou em qual projeto estava envolvido, a planilha sempre estava lá.

    Isso tornou-se um hábito tão natural que utilizo planilha para tudo. Para anotar minhas finanças, tarefas do trabalho, minhas metas, propósitos, tarefas do dia a dia, o nome de pessoas com quem me relaciono, entre outros itens.

    Criei esse hábito de colocar as informações para fora da minha cabeça e isso me ajuda a saber onde elas estão quando eu preciso delas.

    Sou muito visual e usar planilhas para a minha organização pessoal me dá a clareza necessária para saber quais atividades eu tenho que desempenhar para tomar o controle da minha vida e chegar onde desejo.

    Minha principal planilha se chama: CLAREZA TOTAL. O que isso significa?

    Nela anoto todas as coisas da minha vida como metas, motivação, propósito, hábitos, emoções, relações.

    Sinto que esse é o primeiro passo para quem deseja mudar qualquer hábito. Começar a anotar coisas importantes em uma planilha.

    Mas não só isso, outros fatores também são importantes e se complementam. Não apenas as coisas isoladas te farão construir bons hábitos, mas o conjunto de todas delas.

    Quero compartilhar alguns passos sobre como você poderá fazer isso na prática, para começar a agir hoje mesmo.

    Aqui estão 7 passos para você começar a transformar seus hábitos.

    1. “Planilhar”: comecei falando sobre planilhas, então aqui vai o primeiro passo, comece a “planilhar” hoje mesmo. Para começar, a palavra “planilhar” nem existe, mas a criei no intuito de te incentivar a anotar informações em uma planilha. Não precisa ser necessariamente em uma planilha, pode ser em listas. Eu utilizo planilhas e aplicativos desde 2008, então é mais fácil pra mim, mas se para você for melhor em outro local, outro aplicativo, contanto que você consiga anotar as informações, já será suficiente. Se você não tem o hábito de verificar a sua planilha todos os dias, de colocar dados nela, de revisá-la e editá-la não funcionará. Vou te dar alguns exemplos práticos de como fazer isso.
      • Comece pelo Google Drive: é o aplicativo que utilizo. Dentro dele tem o app “planilha”. Tudo fica salvo na nuvem e tem 15gb gratuitos. Você pode acessar os arquivos pelo celular ou pelo computador. Ao editar em um local (pelo celular), ele sincroniza no outro (notebook). Clique aqui para fazer o download
      • E depois do Google Drive?
        • Criar: Crie uma planilha lá dentro do app “Planilhas” e dê um novo nome para ela. Seja criativo e escreva algo que você se identifica.
        • Facilite as coisas: Mantenha o app avista no seu celular ou notebook para que você tenha um estimulo visual claro, pois ao vê-lo, lembrará que precisa praticar. Se a planilha ficar escondida, você não vai abri-la.
        • Todos os dias: comece a escrever 1 linha sobre o tema que você quiser. Uma frase, uma citação, um nome aleatório. O objetivo aqui é criar o hábito de parar para anotar na sua planilha ou “planilhar”. Escreva algo que te inspire, por exemplo. Eu gosto de frases de mestres budistas, me inspiram. Escolha algo simples que te motiva. Pratique isso primeiro por 1 semana consecutiva e veja como se sai.
        • E se eu falhar?: Não tem problema, esforce-se, seja honesto com você, aceite que você errou, acolha o que está sentido e siga em frente. Não seja vítima dos seus sentimentos. Você deseja mudar seus hábitos? Se a resposta for SIM, continue no dia seguinte.
        • Siga: Após o hábito “planilhar” ser adotado, siga para o próximo passo.
    2. Definir e agregar: com o hábito de “planilhar” criado, escolha 1 novo hábito que você deseja criar. Exemplos: acordar cedo, aprender um idioma, fazer exercícios. De preferência a hábitos que já estejam de alguma forma ligado a sua rotina. Se você já caminha e gostaria de começar a ouvir podcast, ao caminhar começa a escutar podcast. Agregue um hábito ao outro.
    3. Prioridade: defina esse hábito como prioridade, fazê-lo no primeiro período do dia vai ajudar, pois você terá mais energia para executá-lo.
    4. Consistência: é a capacidade de fazer algo por um longo tempo. Comece aos poucos, mesmo falhando alguns dias, insista, pergunte-se porque você está praticando isso, deixe a culpa para traz e siga em frente. Seja firme, um pouco por dia de forma consistente vai te dar a capacidade de tomar o controle de sua própria vida.
    5. Amigo: convidar um amigo para praticar o novo hábito com você te ajudará a ter alguém por perto quando você estiver prestes a desistir ou quando tiver preguiça e você ajudará seu amigo quando a energia dele cair. Ajuda mútua levarão os dois mais longe.
    6. Métricas visuais: marcar diariamente na planilha em VERDE os dias que você praticou e em VERMELHO os dias que você não praticou, te darão métricas visuais relevantes sobre o seu progresso. Se você não puder medir seus hábitos, dificilmente conseguirá perceber sua evolução.
    7. Comunidade Mudança de Hábitos: quando você for praticar o novo hábito com seu amigo, tire uma foto, publique no seu Stories e faça 3 marcações utilizando as hashtags #comunidademudancadehabitos , marque o meu perfil @otaleonardo e o perfil do seu amigo. Porque? Fazendo isso você estará criando um comprometimento não só com você, mas com a rede da Comunidade Mudança de Hábitos, comigo e com seu amigo, assim podemos nos incentivar, nos ajudar, nos inspirar e criar uma rede de pessoas que desejam mudar seus hábitos e tomar o controle da própria vida, mesmo sem muita disciplina. A disciplina vem com o tempo, com compromisso e consistência.

    Iniciar sua jornada rumo a mudança de hábitos deve começar com passos anteriores a própria prática. Precisamos desenvolver hábitos mais básicos que darão suporte aos hábitos principais, como no caso a cima, o hábito de “planilhar”.

    Agora chegou a hora de você colocar a mão na massa para tomar de volta o controle da própria vida. Pequenas mudanças a longo prazo fazem toda a diferença. Vamos praticar agora?

    Se tiver qualquer dúvida sobre esse podcast/artigo, me envie um direct pelo meu Instagram @otaleonardo que te respondo em áudio pessoalmente.


    GRUPO TELEGRAM
    Quer receber dicas, novos podcasts e citações diárias? Entre no grupo do Telegram clicando no link:
    https://t.me/mudancadehabitos


  • Podcast Mudança de Hábitos

    #8 – Essa é a razão número 1 pela qual você é dominado pelos maus hábitos

    #8 – Essa é a razão número 1 pela qual você é dominado pelos maus hábitos

     
     
    00:00 / 7:34min
     
    1X
     

    Uma rotina bem definida, com suas prioridades escritas de forma clara te darão um senso de organização e isso te manterá longe dos maus hábitos.

    Muitas pessoas ficam super incomodadas quando escutam a palavra ROTINA. Houve um tempo em que eu não suportava minha rotina, pois fazia o que não gostava, o que não tocava meu coração.

    Trabalhei muitos anos para uma empresa que vendia barco, lancha, jetski e quadriciclo. Não reclamo das pessoas ou do trabalho, pois me ajudaram muito nesse período da minha vida, mas sim do que estava por trás daquilo: convencer as pessoas de que ter um daqueles veículos iria trazer felicidade (Escute o Podcast Mudança de Hábitos #7 sobre Pessoas felizes praticam esses 4 hábitos indo além do próprio umbigo
    ). Estudo e pratico o Budismo a mais de 9 anos e sei que felicidade não tem nada a ver com isso, mas era o meu trabalho e eu tinha que “vender” essa ideia.

    Hoje vivo do que amo e minha missão é Ajudar, Inspirar e Conectar pessoas para que possam ter ferramentas de Mudança de Hábitos e tomarem o controle da própria vida.

    Na minha experiência a rotina não engessa o meu dia, não me paralisa ou prende, na verdade me liberta dos meus hábitos negativos através de hábitos positivos bem definidos.

    Quando sigo uma rotina organizada, simples e clara, meu dia flui e isso me deixa livre para fazer as coisas que gosto, estar com a família, estudar escrita, trabalhar, me conectar com pessoas, gerar conteúdo, pois a organização gera tempo livre para minhas relações e o meu aperfeiçoamento.

    Aqui compartilho meus pontos de vista e experiência para te dar uma perspectiva simples e prática de como você também pode utilizar algumas dessas técnicas e aplicá-las ao seu contexto pessoal e estilo de vida.

    Estas são 5 formas de manter uma rotina saudável para ficar longe dos maus hábitos.

    • Prioridade: a primeira coisa é definir quais são suas prioridades do dia, sem ter isso em vista, você se perde na sua rotina. Faça anotações, defina o que realmente importa ser resolvido. Se quiser anotar suas prioridades na noite anterior, seu cérebro começará a buscar algumas soluções para o dia seguinte, mas vá com calma, não fique ansioso demais, se não você não dorme, apenas anote de forma simples em um papel ou aplicativo do celular. Isso já é o suficiente.
    • Mantenha seu sono em dia: dormir pouco ou muito tarde poderá desajustar sua rotina facilmente, pois quando estamos cansados, nossa mente não trabalha bem, quem dirá nossa energia. Tenha definido um horário de sono que te ajude a descansar. Para mim são 8h por dia. Para você pode ser mais ou menos. Geralmente vou para a cama às 22h e levanto às 6h da manhã.
    • Organização: ter uma rotina minimamente organizada te dará perspectiva de quanto tempo você gastará para fazer suas tarefas e atividades. Minha sugestão para lidar bem com isso é criar um planilha com as 3 tarefas mais importantes do dia e resolve-las no período da manhã, pois é o momento que você tem mais energia.
    • Imprevistos: todos nós temos imprevistos o tempo todo. Para lidar com isso eu utilizo meu discernimento para saber se o imprevisto é realmente importante ou se pode esperar. Utilize seu senso de escolha para verificar se é urgente ou se parece urgente. Se não for realmente necessário parar naquele momento diga não e siga fazendo sua tarefa.
    • Saber dizer não: o item anterior se conecta a esse. Muitas distrações irão surgir. Pessoas te convidando para as mais variadas coisas. Lazer, festa, cinema, projetos. Sei que é difícil dizer não para um amigo, mas se ele realmente te respeita e se importa com você, poderá entender que aquele momento não é ideal. Converse com gentileza e explique o motivo, ela vai compreender.

    Então a principal razão pela qual você tem maus hábitos é a falta de rotina. Com a rotina seus dias sempre serão os mesmos? Não, pois as coisas estão em constante transformação momento a momento, mas isso não nos tira a responsabilidade de manter nossa rotina organizada e clara.

    Entenda o meu ponto de vista, a falta de rotina, em primeiro lugar, e depois, falta de clareza e falta prioridade são as razões pelas quais você é dominado pelos maus hábitos.

    Que tal se desafiar a praticar? Sempre bato nessa tecla, a prática é a chave da transformação. Um dos meus segredos para fazer tudo isso funcionar se chama “consistência”, ou seja, não importa o que aconteça, sempre continue, mesmo que você falhe em praticar um dia, continue no outro.


    GRUPO TELEGRAM
    Quer receber dicas, novos podcasts e citações diárias? Entre no grupo do Telegram clicando no link:
    https://t.me/mudancadehabitos